AUTOMAÇÃO A FAVOR DA SAÚDE

 

Alguns pesquisadores da Universidade de Hertfordshire, no Reino Unido, criaram um projeto muito interessante que visa melhorar a qualidade de vida de seus usuários. O edifício InterHome foi pensado para identificar os hábitos dos moradores e criar rotinas de economia de energia.

Pensando nisso, foram instalados sensores que apagam as luzes, por exemplo, quando a casa está vazia. Além da economia de energia, os sensores também são uma central de segurança, que identifica quando há pessoas estranhas na casa e envia SMS para os celulares dos proprietários, que podem chamar a polícia mesmo quando estão viajando.

Os pesquisadores também começaram a incluir funcionalidades referentes à saúde, o que inclui a instalação de sensores para captar sinais vitais dos moradores. Especialmente criado para idosos, o projeto identifica os batimentos cardíacos e outros sinais e, em caso de alterações graves, são emitidos avisos para parentes ou centrais médicas.

Ainda não existem casas reais com todos esses recursos instalados. Agora, os criadores do projeto aguardam por investidores que queiram instalar as modernas funcionalidades nas residências britânicas. Por enquanto, apenas parques de inovação possuem contratos firmados com a equipe inglesa.

Fonte: Revista Home Theater